quinta-feira, julho 06, 2006

Cinderela adulterada

Hoje gostava de ser fada. Sim, fada. Não era para transformar a abóbora na carruagem que, hoje em dia, o metro e os autocarros chegam a todo o lado (ou quase) e em último recurso sempre existe o táxi. Nem para transformar roupa velha e esfarrapada num belo vestido de cetim, pois nos dias que correm, há uma loja chinesa em cada esquina que por 5 tostões vende vistosas fatiotas para bailes e festarolas. Muito menos para fazer sapatos de vidro que um pezinho que se quer saudável reclama, isso sim, um sapato de boa pele.
Afinal gostava de ser fada, ou melhor, de ter a varinha da fada, apenas para poder trocar as voltas à ignorância e ao desconhecimento de certas madrastas que circulam pelos corredores deste planeta e que por azar se cruzam connosco…

JB

2 Comments:

At 7:42 da tarde, Anonymous Anónimo said...

I have been looking for sites like this for a long time. Thank you! » »

 
At 10:22 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Cool blog, interesting information... Keep it UP film editing schools

 

Enviar um comentário

<< Home

on-line